Condenação de um delegado de polícia que se recusou atender vítimas de violência doméstica

Caras e caros, segue reportagem da Rádio CBN sobre a condenação de um delegado de polícia que recusou-se a atender vítimas de violência doméstica e familiar e de estupro. Os motivos da condenação por prevaricação são alheios às violências, mas as condenações em seu conjunto demonstram a possibilidade de começarmos a denunciar as autoridades policiais que muitas vezes se recusam a dar seguimento aos pleitos de registro de ocorrência das mulheres, seja atendendo-as de modo rude, seja demovendo-as com argumentos de "harmonia familiar", seja pelo mero descaso para com essas violências.

Precisamos pensar sobre isso.





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo